info@sefo.pt

+351 261 339 920

2020 / 21– Formação de Adultos Presencial

*Nota prévia: a informação abaixo disponibilizada poderá estar sujeita a alterações ou atualizações, em função da evolução do contexto de saúde pública e das diretrizes emanadas pelas Autoridades competentes.

 

FAQ’s Formadores

 

1. Como será feito o acesso ao espaço ESCO (entrada principal e percursos de circulação internos entre espaços comuns e salas de formação)?

O acesso ao espaço será feito exclusivamente pela entrada principal do edifício (portaria com segurança), sendo que os(as) formadores(as) apenas poderão entrar após higienização das suas mãos (com uma solução à base de álcool disponível à entrada) e utilizando máscara cirúrgica ou social.
Dentro do espaço, estão definidos corredores de circulação, alguns de sentido único, devidamente sinalizados, que deverão ser cumpridos, por forma a evitar grandes concentrações nos espaços comuns.
Sempre que permaneçam em espaços de utilização comum, no interior do espaço ESCO e, no exterior, quando acompanhados, todos os(as) formadores(as) deverão ser portadores de máscara de proteção individual e respeitar o distanciamento social.

 

2. É obrigatória a utilização da máscara?

A utilização de mascar é obrigatória. É responsabilidade do(a) formador(a) assegurar que é portador(a) de máscara individual e que as sessões serão asseguradas com a utilização da mesma ou viseira.

 

3. Como funcionará o acesso às salas de formação?

• Atribuição de uma sala fixa por ação de formação para todas as sessões, salvo nas sessões que serão necessárias realizar-se em salas técnicas (sala de informática; auditório; cozinha pedagógica), que o(a) formador(a) deverá indicar com antecedência de 3 dias à equipa de formação;
• Em cada sala, as mesas terão o distanciamento recomendado;
• Os(as) formadores(as) deverão assegurar que possuem material de utilização individual próprio (canetas de quadro branco e outros consumíveis) para utilização ao longo da sessão;
• A sala estará equipada com uma mesa com computador para o formador, e o teclado será revestido por película e estará disponível na mesa uma solução desinfetante para que o(a) formador(a) possa proceder à higienização do restante equipamento comum antes e após a sua utilização;
• Dependendo do equipamento disponível, as mesas poderão ser individuais ou partilhadas (2 formandos/mesa), embora, neste último caso, procurando o maior distanciamento possível entre formandos na mesa;
• Planta de sala fixa a ser cumprida em todas as sessões, onde os(as) formandos(as) deverão manter sempre o mesmo lugar, salvo nas sessões que serão necessárias realizar-se em salas técnicas (sala de informática; auditório; cozinha pedagógica);
• As sessões decorrerão de porta aberta e, sempre que possível, também algumas janelas, estimulando a circulação e renovação de ar.

 

4. Onde comer, caso aplicável, e como proceder?

• Nas ações de formação e sessões que determinem um período de intervalo, os(as) formadores(as) poderão deslocar-se ao átrio;
• No átrio, estarão disponíveis 3 mesas redondas para utilização, assim como um micro-ondas, máquina com alguns produtos que poderão adquirir e máquina de café;
• O espaço terá desinfetante e papel disponíveis, para que possam utilizar, apesar de ser assegurada a desinfeção das mesas e do espaço;
• Deverão ser evitados aglomerados no espaço;

 

5. Como será o acesso às casas de banho?

O acesso às casas de banho irá estar disponível, mantendo as normas de utilização de espaços comuns e a utilização de máscara de proteção individual no acesso às mesmas.
A ESCO irá igualmente reforçar a limpeza e higienização destes espaços, bem como das restantes áreas comuns.

 

6. Qual a conduta pessoal exigida aos(as) formandos(as) (principais aspetos-chave)?

• Utilização de máscara de proteção individual;
• Higienização frequente das mãos (com água e sabão e/ou com solução à base de álcool, disponível em vários espaços da escola);
• Manter o distanciamento físico;
• Circulação pelos percursos assinalados no espaço;
• Manter sempre o mesmo lugar em sala de formação;
• Não partilhar objetos, material e/ou outros utensílios;
• Trazer sempre o próprio material para o acompanhamento das sessões;

 

7. Como funcionarão os contactos com a equipa de formação?

• O contacto com a equipa de formação deverá ser realizado privilegiando-se, para envio/pedido documentação, envio de informação sobre as sessões e questões diversas, a utilização dos canais indiretos disponíveis, salvo em situações de convocatória por parte da Coordenadora de Formação, ou situações que justifiquem a resolução de alguma situação, com marcação de reunião, com a Coordenadora de Formação:
faesco@sefo.pt (para: envio de documentação e/ou questões respeitantes aos recursos humanos, integração ou programa dbGEP-E; pedido de materiais ou documentação impressa, marcação de salas técnicas, quando aplicável, com antecedência de 3 dias)

Contatos adicionais da equipa de formação:
patriciamontoia@sefo.pt
anacunha@sefo.pt
susanacunha@sefo.pt

Tlf: 261339920
Tlm: 918208953

• As reuniões marcadas deverão ocorrer, preferencialmente, em modalidade presencial na ESCO, no entanto, sempre que se revele necessário, poderão ser agendadas reuniões de trabalho em modalidade de videoconferência, através do Teams;

 

8. Como devo proceder se um(a) formando(a) apresentar sintomas de constipação ou outros considerados de alarme?

Caso algum(a) formador(a) verifique a existência deste tipo de sintomas em algum(a) formando(a), durante a sessão, deverá encaminhar o(a) formando(a) respetivo para a sala de isolamento, solicitando para o efeito a ajuda de um colaborador da secretaria, e serão aplicados os procedimentos descritos no Plano de Contingência da escola.

 

 

FAQ’s Formandos

 

1. Como será feito o acesso ao espaço ESCO (entrada principal e percursos de circulação internos entre espaços comuns e salas de formação)?

O acesso ao espaço será feito exclusivamente pela entrada principal do edifício (portaria com segurança), sendo que os(as) formandos(as) apenas poderão entrar após higienização das suas mãos (com uma solução à base de álcool disponível à entrada) e utilizando máscara cirúrgica ou social.
Dentro do espaço, estão definidos corredores de circulação, alguns de sentido único, devidamente sinalizados, que deverão ser cumpridos, por forma a evitar grandes concentrações nos espaços comuns.
Sempre que permaneçam em espaços de utilização comum, no interior do espaço ESCO e, no exterior, quando acompanhados, todos os(as) formandos(as) deverão ser portadores de máscara de proteção individual e respeitar o distanciamento social.

 

2. É obrigatório o uso de máscara?

O uso de máscara é obrigatório. É responsabilidade do(a) formando(a) assegurar que é portador(a) de máscara individual.

 

3. Como funcionará o acesso às salas de formação?

• Atribuição de uma sala fixa por ação de formação para todas as sessões, salvo nas sessões que serão necessárias realizar-se em salas técnicas (sala de informática; auditório; cozinha pedagógica), previamente anunciado;
• Em cada sala, as mesas terão o distanciamento recomendado;
• Dependendo do equipamento disponível, as mesas poderão ser individuais ou partilhadas (2 formandos/mesa), embora, neste último caso, procurando o maior distanciamento possível entre formandos na mesa;
• Planta de sala fixa a ser cumprida em todas as sessões, onde os formandos deverão manter sempre o mesmo lugar, salvo nas sessões que serão necessárias realizar-se em salas técnicas (sala de informática; auditório; cozinha pedagógica), previamente anunciadas;
• Nas salas estarão disponíveis desinfetante e papel que os(as) formandos(as) poderão utilizar na desinfeção do seu lugar após a sua utilização;
• As sessões decorrerão de porta aberta e, sempre que possível, também algumas janelas, estimulando a circulação e renovação de ar.

 

4. Onde comer, caso aplicável, e como proceder?

• Nas ações de formação e sessões que determinem um período de intervalo, os formandos poderão deslocar-se ao átrio do espaço para comer;
• No átrio, estarão disponíveis 3 mesas redondas para o efeito, assim como um micro-ondas e máquina com alguns produtos que poderão adquirir e máquina de café;
• O espaço terá desinfetante e papel disponíveis, para que possam utilizar, apesar de ser assegurada a desinfeção das mesas e do espaço;
• Deverão ser evitados aglomerados no espaço;

 

5. Como será o acesso às casas de banho?

O acesso às casas de banho irá estar disponível, mantendo as normas de utilização de espaços comuns e a utilização de máscara de proteção individual no acesso às mesmas.
A ESCO irá igualmente reforçar a limpeza e higienização destes espaços, bem como das restantes áreas comuns.

 

6. Como funcionarão os contactos com a equipa de formação?

• Deverão ser evitadas as deslocações à secretaria, apesar da permanência da funcionária, no caso de alguma eventualidade;
• O contacto com a equipa de formação deverá ser realizado privilegiando-se, para a recolha de informações e/ou esclarecimento de dúvidas, envio de justificações de faltas e/ou documentação, a utilização dos canais indiretos disponíveis:
faesco@sefo.pt
Tlf: 261339920

 

7. Qual a conduta pessoal exigida aos formandos (principais aspetos-chave)?

• Utilização de máscara de proteção individual;
• Higienização frequente das mãos (com água e sabão e/ou com solução à base de álcool, disponível em vários espaços da escola);
• Manter o distanciamento físico;
• Circulação pelos percursos assinalados no espaço;
• Manter sempre o mesmo lugar em sala de formação;
• Não partilhar objetos, material e/ou outros utensílios;
• Trazer sempre o próprio material para o acompanhamento das sessões;

 

8. O que devo fazer se tiver sintomas de constipação, febre ou outros considerados de alerta?

Caso estes sintomas se desenvolvam fora do espaço, o(a) formando(a) deverá permanecer em casa e informar a equipa de formação com a maior brevidade possível e contactar o SNS24 808 24 24 24.
Caso estes sintomas surjam no espaço, o(a) formando(a) deve informar de imediato um funcionário. Este irá acompanhá-lo(a) à sala de isolamento dando seguimento aos procedimentos descritos pelas autoridades e presentes no Plano de Contingência da escola para este tipo de situação.

Comments are closed.